Gastronomia, vinhos e viagens, por Luciana Mastrorosa – jornalista especializada em gastronomia

Guloseima


Três receitas com especiarias 0

Posted on janeiro 27, 2015 by Luciana Mastrorosa
clube-bombay500

Todo mês, o sócio do Clube Bombay recebe uma seleção de ervas, pimentas e especiarias em casa. Foto: Luciana Mastrorosa/Guloseima

A Bombay, tradicional marca de comércio de especiarias no Brasil, está lançando um clube para os apaixonados por esses sabores. Todo mês, por um custo de R$ 50 a R$ 65, o assinante recebe em sua casa um kit com temperos e condimentos. Cada um deles, acompanhado de sua respectiva ficha técnica, para que o cozinheiro conheça um pouquinho mais sobre a seleção da vez.

Recebemos um desses kits para testar, e o nosso veio com três especiarias incríveis: manjericão liofilizado (com as folhinhas íntegras e secas, bastante perfumado), cúrcuma (ou açafrão-da-terra, um pó bem amarelado, com sabor terroso, excelente para arroz); e biryani masala (mistura de especiarias indiana, com ingredientes como cravo, cebola, noz-moscada, cominho, louro, anis-estrelado, etc; um perfume que só!).

Cada fichinha traz, ainda, uma receita com a especiaria em questão, para facilitar a vida do cozinheiro sem muito traquejo com as panelas. Por aqui, os ingredientes viraram três pratos simples e muito fáceis: gnocchi ao sugo com manjericão, frango assado com especiarias e arroz de cúrcuma para acompanhar.

Para virar sócio do clube Bombay, pode-se fazer a inscrição direto no site da marca: www.bombayhs.com.br

Quer botar a mão na massa? Comece por aqui:

GNOCCHI AO SUGO COM MANJERICÃO
2 porções fartas

Gnocchi
500 g de batatas (de preferência, Asterix, bem seca)
150 g de farinha de trigo (1/2 xícara de chá)
1 ovo
1 pitada de sal
Queijo parmesão ou grana padano ralado para acompanhar

Molho sugo
500 g de tomate sem pele e sem sementes (ou 1 lata de tomate pelado)
1 colher (sopa) de manjericão liofilizado
1 dente de alho grande, picado
1/3 de cebola grande, picada
1 colher (sopa) de manteiga
Azeite de oliva quanto baste
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Molho sugo
Doure a cebola com um pouco de azeite numa panela pequena, em fogo baixo. Assim que estiver transparente, junte o alho picado e doure ligeiramente. Acrescente os tomates picados, uma pitada de sal e uma de pimenta moída na hora. Ao ferver, baixe o fogo e deixe apurar por cerca de 15 minutos. Prove os temperos e acrescente o manjericão. Acrescente a manteiga para suavizar o sabor e deixar o molho mais untuoso. Se desejar, acrescente outras ervas, como orégano seco e tomilho fresco.

Gnocchi
Lave bem as batatas e cozinhe-as, inteiras e com casca, em água temperada com sal. Assim que estiverem macias, escorra a água, deixe esfriar um pouco e tire a casca. Passe as batatas, ainda quentes, pelo espremedor. Coloque a farinha num recipiente grande e acrescente a batata amassada e uma pitada de sal. Misture com as mãos e adicione o ovo inteiro. Amasse bem, formando uma massa leve e ligeiramente grudenta. Coloque um pouco de farinha de trigo sobre uma superfície e adicione um pedaço da massa. Forme um rolinho comprido com a massa (ela vai deixar de grudar nas mãos graças à farinha) e corte-o em quadradinhos. Se desejar, amasse ligeiramente cada quadradinho com um garfo, para formar estrias. Reserve os gnocchi numa forma grande, enfarinhada. Proceda da mesma forma com o restante da massa. Quando estiverem prontos, cozinhe os gnocchi em bastante água fervente temperada com um pouco de sal. Assim que subirem à superfície, retire-os com uma escumadeira e coloque-os num refratário com um fio de azeite. Sirva-os com o molho sugo e bastante parmesão ou grana padano ralados na hora.

FRANGO ASSADO COM ESPECIARIAS
2 porções

2 coxas e 2 sobrecoxas de frango caipira
1 colher (sopa) de biryani masala (mistura de especiarias indianas)
1/2 cebola em fatias finas
2 dentes de alho picadinhos
1/2 limão (suco)
1 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de pimenta-do-reino
1 colher (sopa) de azeite de oliva
1/2 xícara (chá) de vinagre puro de cidra (não use vinagre comum de supermercado, apenas vinagre verdadeiro)
2 conchas de caldo de frango

Tempere os pedaços de frango com o suco de limão, o alho, a cebola, o vinagre. Esfregue bem com o biryani masala e tempere com o sal e a pimenta. Deixe descansar por pelo menos 30 minutos. Regue uma assadeira pequena com um fio de azeite. Preaqueça o forno em temperatura alta por 10 minutos e leve o frango para assar, descoberto, por 20 minutos (ou até os pedaços tomarem uma cor dourada). Retire do forno, regue com mais azeite, cubra a assadeira com papel-alumínio. Baixe a temperatura do forno para 180 oC e asse por mais 30 a 40 minutos, até o frango ficar macio e com a carne bem cozida, mas ainda suculento. Sirva com salada verde e arroz de cúrcuma.

ARROZ DE CÚRCUMA
2 porções

1 xícara (chá) de arroz agulhinha
2 xícaras (chá) de água
1 colher (café) de cúrcuma em pó
1 colher (café) de sal
1 dente de alho picadinho
1 folha de louro
1 fio de azeite de oliva

Doure o alho picado, em fogo baixo, com um fio de azeite. Acrescente o arroz, o sal, a cúrcuma e a folha de louro. Misture bem. Junte a água, mexa e deixe ferver. Abaixe o fogo para o mínimo, mantenha a panela entreaberta e cozinhe por cerca de 15 minutos ou até toda a água secar. Desligue o fogo, tampe e deixe repousar por 10 minutos antes de servir.

Especial verão: refresque-se neste calor! 4

Posted on janeiro 14, 2015 by Luciana Mastrorosa

E 2015 começa com o verão a todo vapor! Você conhece a cena: o termômetro das ruas registra quase 40 oC. O calor retumbante parece que não acaba nunca, subindo do asfalto ainda mais quente e pegajoso. À tarde, trovoadas e tempestades aplacam ligeiramente a onda de calor, seguida de um conhecido abafamento. Este é o nosso verão tropical, do ponto de vista de São Paulo, capital – onde, acredite, pode não ventar mesmo no 9o andar de um prédio.

Se você, como eu, não tem piscina para se refrescar nem clube para ir, aposte em soluções divertidas – e, por que não, gastronômicas – para se divertir no verão. Selecionamos várias delas para ajudá-lo a sair da inércia e curtir a brisa do fim da tarde, as noites de lua cheia ao ar livre, dormir de janelas abertas… Esqueça os pernilongos e renda-se ao calor! Para começar, a nossa primeira dica é:

Tome mais sorvete!

Sorvetes veganos da Stuzzi, na Vila Madalena

Sorvetes veganos da Stuzzi, na Vila Madalena (Foto: Luciana Mastrorosa)

Sorvete, para mim, é o símbolo máximo do verão. Aproveite que São Paulo virou praticamente a capital mundial da sorveteria (tem uma em cada esquina!) para se jogar nas casquinhas artesanais, paletas mexicanas, copinhos de sabores variados e no bom e velho picolé.

A Stuzzi, na Vila Madelena, tem um maravilhoso sorvete de pistache 100% vegano, elaborado com leite de castanhas. Além dessa opção, há outras com e sem leite. O de iogurte é imperdível. Para dar uma turbinada, vá de Afogatto: uma taça de sorvete (sugiro o de creme) com café espresso tirado na hora. Delicioso!

No cada vez mais gastronômico bairro de Pinheiros, há duas opções interessantes. A Gelati Itália arrepia no sorvete de limão e no de chocolate extra dark (sem leite). Além dela, numa esquina bem pertinho do bochicho da rua dos Pinheiros, fica a Frida & Mina, que agrada com suas casquinhas feitas por lá – o aroma de baunilha nos arredores é de levar qualquer um de volta à infância. O sorvete de caramelo salgado e o de morango com balsâmico são escolhas certeiras. E um detalhe importante: a água, sempre fresquinha, é cortesia da casa.

As tais paletas mexicanas – na prática, um picolezão – parecem ter ganhado de vez o coração novidadeiro do paulistano. A rede Los Paleteros tem diversas lojas, tanto as de rua quanto as de shopping. Veja a lista completa aqui. Se é sua primeira vez no mundo das paletas, opte pelo já clássico morango recheado com leite condensado, um hit.

Para os que preferem a boa e velha padaria para comprar um sorvete, tem novidade na gôndola: a famosa marca norte-americana Ben & Jerry’s chegou com tudo. Menos delicada que os sorvetes artesanais, mas bem mais saborosa que a média dos sorvetes brasileiros, a marca tem sabores mais gordinhos, como cereja com chocolate e chocolate fudge brownie.

Escolha seu favorito e aproveite o verão! Feliz 2015 para nós :)

Sorvetes Ben & Jerry's, agora também nas gôndolas de padarias

Sorvetes Ben & Jerry’s, agora também nas gôndolas de padarias (Foto: Luciana Mastrorosa)

Natal e vinho: uma ceia harmonizada 2

Posted on dezembro 19, 2014 by Luciana Mastrorosa
Ceia com peru assado e farofa: tradição de Natal. Foto: Luciana Mastrorosa/Guloseima

Ceia com peru assado e farofa: tradição de Natal. Foto: Luciana Mastrorosa/Guloseima

Na sua casa, quando se comemora o Natal? Com a ceia do dia 24 ou com o almoço do dia 25? Ou os dois? Aqui, o momento mais aguardado é mesmo a véspera. Algumas das memórias mais marcantes da infância são relacionadas ao dia 24 de dezembro. A alegria começava um mês antes, com a montagem da árvore e do presépio. No dia 24, invariavelmente acordávamos com um aroma delicioso de assado. Naquela época, tradicional era assar um pernil inteiro, para acomodar a mesa repleta de tios, primos, avós.

Depois que meus avós maternos se foram (a festa sempre era na casa deles), o jantar de Natal ficou restrito ao pequeno núcleo de casa e aí as aves passaram a reinar, especialmente o peru. Quando tive minha própria casa, optei por peru e tender, pratos que acredito combinar muito com o espírito natalino – adoro o sabor dessas duas carnes e todos os seus acompanhamentos tradicionais: farofa, arroz com castanhas ou passas, castanhas portuguesas, nozes, frutas secas…

Este ano, pensei num menu tradicional para tornar a ceia de Natal saborosa e acolhedora. Para acompanhar, sugestões de vinhos harmonizadas pelos sommeliers de três importadoras: Wine, La Pastina e Expand. Aliás, vale mencionar que a Wine está com preços excelentes neste fim de ano. Só não pode deixar as compras para a última hora – o prazo de entrega pode ficar comprometido por conta da grande movimentação de fim de ano.

Não podem faltar vinho à mesa e boa comida. Mas, principalmente, não podem faltar amor, carinho e paz para celebrar esse momento de magia e união.

O menu tradição de Natal aqui do Guloseima tem:

PRATOS PRINCIPAIS

Salpicão de legumes
Peru assado com farofa de miúdos, bacon e passas
Tender com melaço de cana e vinho branco
Arroz branco com passas e amêndoas, cuscuz marroquino com legumes

Para harmonizar, as sugestões são:

Brancos
Fleur Du Cap Unfiltered Sémillon 2012 (R$ 70; na Wine)
Alves Vieira Branco 2013 (R$ 48; na La Pastina)

Tintos
Tenuta Sant’Antonio Scaia Rosso IGT Veneto 2012 (R$ 45; na Wine)
Mendel Malbec 2011 (R$ 120; na Expand)
Emiliana Novas Pinot Noir (R$ 54; na La Pastina)

DOCES

Crôstoli com mel

Crôstoli com mel

Castanhas portuguesas cozidas com louro
Crôstoli com mel
Tronco natalino de creme de avelã (bûche de Noël) –  este ano, encomendamos na Pâtisserie Douce France, do chef Fabrice Le Nud

As sobremesas harmonizam com:

Batasiolo Moscato Passito Muscatel Tardi 2007 (R$ 315; na Wine)
Porto Croft Tawny (R$ 69; na La Pastina)



↑ Top